Setúbal - Recife Pernambuco - Brasil maio de 2017 Foto
Alexandre Costa

sábado, 31 de julho de 2010

Um conceito filosófico de saúde

                                                                     'A linguagem dá sentido à realidade'



Abelardo, Filósofo francês nascido em Nantes (1079 - 1142) define: "Linguagem é a ponte que une o pensamento às coisas, permitindo, assim, entender todas elas". Outros filósofos, de outros tempos, tentaram desvendar por meio dessa forma de expressão, os mistérios do existir e do ser. Um aspecto singular do existir chama-se saúde. Sobre saúde, buscamos propositalmente nos afastar da visão epidemiológica (científica) da relação com a doença, para travarmos conhecimento com uma experiência vivenciada por um filósofo, mais próxima da antropologia e da própria filosofia. Não pretendemos desmerecer ou ignorar os vários conceitos emitidos, até hoje, sobre o tema, por autores das diversas áreas do conhecimento.

Optamos por escolher um determinado pensador e a sua conceituação de saúde. Trata-se de Friedrich Nietzsche, filósofo alemão (1844 - 1900), talvez o mais preocupado em afastar-se do entendimento comum,  procurando entender saúde de outra forma, por ter sentido no próprio corpo, com intensidade avassaladora, a doença. Tanto que, aos quarenta e quatro anos de idade, prevendo o futuro incerto, escreveu a sua autobiografia filosófica-espiritual, dando-lhe o título "ECCE HOMO" (Eis o Homem).

Nesse livro ele é, como sempre, contundente; fazendo filosofia como costumava dizer, a "golpes de martelo". Deixemos que o próprio autor faça o relato: "Curei-me por mim mesmo, e assim fiquei livre da moléstia. Para que isso aconteça - todo fisiológico deve admiti-lo - é necessário que no fundo se goze de saúde. Um ser verdadeiramente doente não pode curar-se, e muito menos por sí mesmo; para um homem são a moléstia pode ser, pelo contrário, um enérgico incitamento para viver e viver mais intensamente. Assim, realmente se me apresenta agora aquele longo período de enfermidade: eu descobri quase novamente a vida, inclusive eu; degustei todas as coisas boas, mesmo as pequeninas; como outros dificilmente poderiam fazê-lo; eu fiz da minha vontade de ser são, de viver, a minha filosofia"[...]


_____________________

Atualizado em 12/04/2016


segunda-feira, 26 de julho de 2010

DEUSES GREGOS

A Mitologia greco-romana é a narrativa dos fatos - sempre fabulosos - ocorridos na Antiguidade, envolvendo deuses, semideuses e heróis. Para a Fisioterapia dois personagens mitológicos são importantes: Esculápio e Vulcano, cujos nomes latinos possuem correspondentes gregos Asclépio e Hefestos. O primeiro é o deus da Medicina e da cura, venerado em templos onde eram utilizados como meio de tratamento métodos naturais, incluindo os exercícios físicos (Cinesioterapia) e a água em aplicações externas (Hidroterapia), além da equitação terapêutica (Equoterapia), cuja prescrição, segundo Galeno, é do próprio deus Esculápio, visando restaurar a saúde, principalmente de guerreiros acidentados.

Recebendo por herança esse patrimônio, aos Fisioterapeutas cabe a denominação de “Legítimos herdeiros de Esculápio”.

Quanto a Vulcano, representa a Pessoa com Deficiência devido ao seu andar claudicante; é  conhecido como pertencente à categoria Dii majorum gentium, ou seja, ao mais alto grau na classificação romana dos deuses, composta pelas doze divindades olímpicas, sendo filho de Juno e Júpiter. Inicialmente Vulcano era venerado como deus do raio, logo transformando-se em deus do fogo, tornando-se assim útil aos homens, pois o fogo possibilitou o trabalho com os metais; decorrendo daí os avanços da técnica e da ciência.




Blog 14-F um olhar diferenciado sobre a Fisioterapia

quinta-feira, 22 de julho de 2010

sábado, 17 de julho de 2010

Ofício histórico



Decorridas quase três décadas, eis que retiro do arquivo um documento importante para a História da Fisioterapia, desconhecido das novas gerações. Refiro-me a cópia do Ofício Circular - COFFITO/Nº 02, de 10 de maio de 1982, emitido pela Dra. Veridiana Arb - Terapeuta Ocupacional da mais alta estirpe - que naquele dia histórico atuava como Presidente em Exercício do COFFITO, cumprindo o papel de "Mensageira de Boas Novas".

O texto do ofício remete ao julgamento da Ação de Representação de Inconstitucionalidade originada pela Sociedade Brasileira de Medicina Física e Reabilitação (SBMFR). A decisão unânime do Supremo Tribunal Federal (STF) julgou improcedente a Representação, cuja transcrição está contida na edição do Diário Oficial da União (DOU) do dia 24 de agosto de 1983 e disponível nas páginas 181 e 182 do livro Herdeiros de Esculápio  (2009).



Documento do acervo pessoal/Arquivo Blog 14-F.
Assinatura da Presidente em Exercício no documento original.

domingo, 11 de julho de 2010

Projetos de Lei em tramitação




- PLS N° 268/2002 - Dispõe sobre o exercício da Medicina e encontra-se na Comissão de Constituição e Justiça do Senado, aguardando parecer do Senador Antônio Carlos Valadares (PSB/SE). O COFFITO por meio da Comissão de Assuntos Parlamentares (CAP), apresentou sugestões ao Projeto.

- Projeto de Lei Suplementar Nº 467/2008, da Senadora Ideli Salvat (PT/SC), altera a Lei Complementar Nº 123, de 14/12/2006 referente ao Simples Nacional. Há entendimentos no sentido de incluir as atividades da Fisioterapia e da Terapia Ocupacional na Lei, com vistas a redução da carga tributária das empresas dessas categorias.

- Outros Projetos estão em andamento: Piso salarial, exercício profissional da Acupuntura e o que trata da inclusão de Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais no Programa Saúde da Família (PSF).

Esta postagem atende a pedido formulado ao Blog 14-F, pelo Fisioterapeuta Jadinamilson Morais, residente na Cidade do Recife.


Fonte : NOTÍCIAS/COFFITO http://www.coffito.org.br/

Ilustração: GB- 2010 Arquivo/Blog 14-F


terça-feira, 6 de julho de 2010

Indicação de literatura do Blog Mobilidade Funcional




Postagem do Blog Mobilidade Funcional, de autoria do Fisioterapeuta Rodrigo Queiroz, faz indicação de literatura relativa ao livro Herdeiros de Esculápio - História e organização da Fisioterapia. Para visualizá-la acesse o Link abaixo:

Http://mobilidadefuncional.blogspot.com/2010/06/indicacao-de-literatura-herdeiros-de.html