Setúbal - Recife Pernambuco - Brasil maio de 2017 Foto
Alexandre Costa

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

sábado, 28 de agosto de 2010

Fisioterapeuta visita Clinica Escola e ministra aula inaugural




O Fisioterapeuta Geraldo Barbosa, atendendo convite da Professora Rayne Borges Torres, Coordenadora do Curso de Bacharelado em Fisioterapia das Faculdades Integradas de Patos (FIP) Estado da Paraiba, visitou a Clinica Escola daquela faculdade no dia 26 de agosto e ministrou a Aula Inaugural para os novos alunos do curso.


A aula abordou o tema " História e Organização Profissional da Fisioterapia no Brasil" e foi assistida pelos novos alunos, alunos veteranos e professores da graduação, sendo realizada no Ginásio de Esportes José Gomes Alves, localizado no interior do Campus Universitário.

O Estado da Paraiba é exemplo na estratégia da interiorização da Fisioterapia, incentivada pela Associação Paraibana do Fisioterapeutas - APBFISIO e pelo Sindicato dos Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais - SINFITO-PB.


Fotos: Acervo pessoal/Arquivo Blog 14-F

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Aula inaugural






O Fisioterapeuta Geraldo Barbosa foi convidado pela Coordenação do Curso de Bacharelado em Fisioterapia das Faculdades Integradas de Patos (Estado da Paraíba), para ministrar a aula inaugural aos alunos do curso, no dia 26 de agosto, as18:30 no Ginásio de Esportes José Gomes Alves.
A palestra terá como tema: "História e Organização Profissional da Fisioterapia no Brasil."

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

FISIOTERAPEUTA: Dr., ou Ft. ?






Vasculhando arquivos em um dos dias da semana passada, minha esposa - Fisioterapeuta da mesma forma que eu - encontrou um exemplar do Jornal FISIOBRASIL, o de Nº 40, publicado em dezembro de 2000. Nele, um pequeno artigo chamou-nos a atenção pelo título: " Fisioterapeuta: Dr., sim; Ft, não", tendo como conteúdo uma mensagem de final de ano assinada pela Dra. Regina Figueirôa, a época Presidente do CREFITO 2, da qual transcrevemos, ipsis verbis, o trecho a seguir: "Como mensagem de fim de ano, século e milênio, queremos manifestar o nosso repúdio em relação a utilização da abreviatura "Ft." para designar o profissional Fisioterapeuta" [...]


Jornal  FISIOBRASIL  Nº 40  dezembro  2000


Após analisar essa opinião quase dez anos depois da publicação da mensagem, observamos que o assunto permanece atualíssimo; nada mudou. Mas reflitamos; já é tempo! Como é possível a todo momento encontrarmos anúncios de clínicas, de consultórios, ora com a abreviatura Dr. Fulano, ora com o extravagante Ft. Sicrano ?


Poderia, em principio, parecer um dilema, mas NÃO É! Pois um dilema conduz a uma alternativa em que qualquer dos seus termos leva a mesma concepção ou ideia, ou ainda definição. Usando o percurso lógico do raciocínio, chegamos a proposições onde uma é conhecida como abreviatura de doutor, usada no sentido de designar quem se diplomou numa universidade, ou que é muito sábio ou douto. Não confundir com título de Pós-graduação ou dos que defendem tese de doutorado. A outra nada significa. Em razão de que, então Ft. ?

À guisa de lembrete: "Agr.", traduz-se por Agricultura; "Biol.", significa Biologia; "Filos.", Filosofia; "Med.", Medicina; e assim por diante, sem que venha a significar uma profissão ou título que a qualifique. Não nos parece correto, na língua portuguesa, abreviar nomes próprios de profissões; se estivermos enganados, os Filólogos nos censurem e/ou nos consertem.

A utilização da abreviatura do título de doutor (Dr.) - no sentido já mencionado, de designar quem simplesmente se diplomou em uma universidade - por Fisioterapeutas, remonta ao início dos anos 60 do século passado, sendo portanto anterior ao Decreto-Lei Nº 938/69, com a finalidade de caracterizar um profissional cuja prática está ancorada na fundamentação científica. Nada mais justo, para ressaltar a formação universitária daqueles que lutam pela isonomia com as demais categorias profissionais da área da saúde.

A abreviatura "Ft.", empobrece a categoria dos Fisioterapeutas, pois nada acrescenta, nada significa, nada justifica o seu uso.

__________________________________

Reprodução: Imagens/Arquivo Blog 14-F

Atualizado em 19/04/2017


segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Resenhas sobre o livro Herdeiros de Esculápio




O Guia do Fisioterapeuta e o Blog Faça Fisioterapia, renomados blogs voltados para a divulgação da ciência fisioterapêutica, publicaram, hoje, resenhas sobre o livro "Herdeiros de Esculápio".
Para visualizar as respectivas matérias acesse os endereços eletrônicos abaixo:

http://fisioterapiahumberto.blogspot.com/2010/08/algumas-impressoes-sobre-o-livro.html


htt://www.facafisioterapia.net/2010/08/herdeiros-do- escapularios.htm