Pôr do Sol Recife Pernambuco - Brasil agosto de 2017 Foto GB/Arquivo Blog 14F

quarta-feira, 30 de junho de 2010

REVISTA NOVAFISIO EDIÇÂO 74 mai/jun 2010


Revista NOVAFISIO Edição 74 maio/junho 2010. Veja nesta edição a Coluna assinada pelo Fisiotarapeuta Geraldo Barbosa (Blog 14-F) acessando o link abaixo:

HTTP://ISSUU.COM/OSTON/DOCS/ED74

Boa leitura para todos.

domingo, 27 de junho de 2010

Manifeste o seu sentimento votando




As eleições aproximam-se. Consequentemente, é preciso - com a devida cautela - para não ferir a Lei Eleitoral, que se tome conhecimento de quantos Fisioterapeutas postulam votos para um cargo eletivo estadual ou federal. A categoria já conta com o bom exemplo da Deputada Gorete Pereira (PR/CE), autora do Projeto de Lei que cria o Dia Nacional do Fisioterapeuta e do Terapeuta Ocupacional (veja postagem anterior).

Na hora da escolha em quem votar, se no seu Estado não houver candidato ou candidata Fisioterapeuta, cabe considerar as legítimas aspirações/desejos da corporação da categoria e o compromisso do candidato com a classe, com a saúde da população e com o Sistema Único de Saúde (SUS). O interesse de quem se candidata não pode, nem deve, ultrapassar o limite do interesse coletivo, que é soberano! Interesseses e projetos pessoais podem acarretar mandatos desastrosos. Parafraseando Nietzsche afirmamos: "No momento em que a quimera se desmorona experimentamos um vazio angustiante, uma privação, que nos leva a admitir como fomos enganados, que cometemos um erro na avaliação das propostas que nos foram apresentadas."

Essas reflexões aplicam-se também à escolha dos possíveis candidatos aos cargos nos Conselhos Regionais de Fisioterapia e Terapia Ocupacional.


Ilustração: GB- 2010 / Arquivo Blog 14-F

segunda-feira, 21 de junho de 2010

13 de outubro poderá ser data nacional

Projeto de Lei da Deputada Gorete Pereira (PR/CE) de Nº 5.464/2009, encontra-se na Comissão de Educação e Cultura (CEC) da Câmara dos Deputados e já recebeu parecer favorável do Relator de Projeto, Deputado Alcení Guerra (DEM/PR). Trata-se de PL que estabelece o dia 13 de outubro como Dia Nacional do Fisioterapeuta e do Terapeuta Ocupacional; nada mais justo, por demonstrar o reconhecimento do Poder Legislativo ao trabalho desenvolvido por esses profissionais, prevenindo ou minorando o sofrimento humano.

O diferencial desse PL está na autora, uma deputada que é Fisioterapeuta, e também pelo fato da dependência da categoria até hoje, de parlamentares sensiveis à importância da Fisioterapia e da Terapia Ocupacional para a saúde da população. Temos muitos exemplos de apoio nas horas mais difíceis, destacando-se os Deputados Federais Élcio Álvares, Gonzaga Vasconcelos, João Roma e Thales Ramalho, além do Senador José Esteves. A iniciativa da Deputada Gorete Pereira possibilita ter a categoria o seu DIA NACIONAL incluido no calendário oficial das comemorações brasileiras.

Diga-se de antemão que, desde o início dos anos 1970 a data é lembrada para festejar o dia da promulgação do Decreto-Lei Nº 938/69, quando da realização de eventos científico-culturais que acorrem no mês de outubro. Quem possui conhecimentos mínimos em Direito e Ciência Política sabe: do uso e do costume da sociedade nascem as leis. E a futura lei do nosso DIA NACIONAL, tem essa sustentação do uso e do costume como prática geralmente observada, com farta documentação nos anais dos eventos científico-culturais relizados até hoje.

terça-feira, 15 de junho de 2010

AGRADECIMENTO

Fui surpreendido neste mês de junho, pelas referências feitas ao Blog 14-F por três dos mais renomados Blogs da Fisioterapia brasileira. Por esse motivo agradeço sensibilizado aos autores desses blogs pelas indicações. Como retribuição, recomendo, pela alta qualidade, aos seguidores e visitantes o acesso aos Blogs:

Dores Crônicas - http://dorescronicas.com.br/

Faça Fisioterapia - http://www.facafisioterapia.net/

FitMed Saúde Corporativa - http://fitmed.blogspot.com/

Um grande abraço para todos(as).
Geraldo Barbosa (Blog 14-F)


sexta-feira, 11 de junho de 2010

O relevante papel das entidades corporativas





O homem, ser social, traz em si uma força primitiva que vem do mais remoto passado, levando-o a agrupar-se, para desse modo defender os seus interesses e os interesses do seu grupo. Assim, na esfera profissional na
scem as associações de classe - as entidades corporativas - filhas da necessidade de formar grupos. Não podia ser diferente com os Fisioterapeutas, cuja história revela que os grupos associativos surgiram muito antes da regulamentação do exercício profissional. Entre as primordiais associações da categoria encontram-se a Associação Paulista de Fisioterapeutas (APF), a Associação dos Fisioterapeutas do Rio de Janeiro (AFERJ) e a Associação Pernambucana de Fisioterapeutas (APERFISIO), hoje denominada Associação Pernambucana de Fisioterapia, o que a torna mais abrangente como órgão classista. Saliente-se que a Associação Paulista de Fisioterapeutas foi o embrião da Associação Brasileira de Fisioterapeutas (ABF).

Nos primeiros vinte e cinco anos de existência da ABF ocorreram consideráveis movimentos, aglutinando a classe em torno do ideal corporativo. Tais movimentos, conduzidos por um restrito grupo de abnegados profissionais resultaram na promulgação do Decreto-Lei Nº 938/69 e da Lei Nº 6.316/75, diplomas legais que constituem, hoje, o regime jurídico ao qual está submetido o Fisioterapeuta, permitindo assim ao povo brasileiro contar com profissionais habilitados, banidos a incompetência e o charlatanismo.


Em um quarto de século a ABF acumulou uma extensa bagagem de exitosas realizações, o que não impediu posteriormente a eclosão de uma grave crise institucional, cujo desdobramento provocou a sua desativação. Todavia, não se pode negar, por dever de justiça, o papel relevante da ABF e das pioneiras associações estaduais, nos tempos difíceis dos feitos heroicos da gênese da Fisioterapia brasileira.


Atualizado em 29/06/2012

terça-feira, 8 de junho de 2010

Utilidade pública. Transcrição de nota do COFFITO

O site oficial do Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional - COFFITO, publicou nota sobre a Resolução Normativa Nº 211 da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), dando conta do aumento de sessões para a Terapia Ocupacional. Veja abaixo a transcrição do texto que é do interesse público:

ANS dobra o número de sessões para a Terapia Ocupacional

Na próxima segunda-feira, 7 de junho, entram em vigor novas regras pra os planos de saúde, estabelecidas pela Resolução Normativa nº 211 da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). As operadoras serão obrigadas a incluir na cobertura básica 70 novos procedimentos e ampliar o limite de consultas em algumas especialidades. A medida afeta os pacientes da Terapia Ocupacional, que tiveram dobrado de seis para 12 o número de sessões. A Fisioterapia permanece com o número de consultas ilimitados.
O presidente do Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Coffito), Roberto Cepeda, considera a notícia um avanço, mas afirma que este número é insuficiente para uma assistência de qualidade. O presidente declara, ainda, que continuará os trabalhos, junto à ANS, para que a Terapia Ocupacional atinja o mesmo patamar do número de consultas da Fisioterapia.
Segundo a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), as novas regras não terão grande peso nos custos, mas essa elevação pode ser repassada, principalmente, no caso dos contratos de grupos. A nova listagem beneficiará 44 milhões de usuário de planos. Os serviços deverão constar em todos os planos de saúde contratados a partir de 1999.
As operadoras prometem cumprir a medida, mas afirmam que o aumento nos custos será alto. Para a ANS, as novas regras não vão impactar na mensalidade. Semana que vem, o órgão tem reunião para tratar do reajuste dos contratos individuais. Para contratos de grupos, vale a livre negociação.


Fonte: COFFITO/NOTICIAS
Publicado/atualizado em 07/06/2010 às 17:59:06
http://www.coffito.org.br/




Postagens mais antigas podem ser interessantes



Os novos seguidores do Blog podem encontrar postagens antigas muito intressantes, como a selecionada no link abaixo:

- A decisão unânime do Supremo http://geraldobarbosa43.blogspot.com/search/label/direito constitucional

Veja relação completa na barra lateral, no ítem: ARQUIVO DO BLOG.










sábado, 5 de junho de 2010

Fisioterapia pernambucana enlutada



A Fisioterapia pernambucana perdeu no dia 3 deste mês um profissional de destaque na área do ensino superior, Jader Carneiro Junior, de 36 anos, foi vítima de acidente no quilômetro 346 da BR - 232, na cidade de Custódia, que fica a 334 Km da Capital, quando regressava de viagem num ônibus da linha SerraTalhada-Recife.

Professor Jáder estava desenvolvendo um projeto no sertão pernambucano para a implantação de uma faculdade de Fisioterapia. Foi Presidente da Associação Pernambucana de Fisioterapia (APERFISIO) e Coordenador do Curso de Fisioterapia da Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP).

Ao velório compareceram centenas de pessoas que lamentavam o trágico acidente, provocado por um motorista que, de acordo com a polícia, apresentava sinais de embriaguez e dirigia uma carreta no sentido contrário ao do ônibus, causando a colisão dos veículos. Entre os presentes ao ato de despedida estavam familiares, amigos, ex-alunos, professores das diversas instituições de ensino superior do estado, Fisioterapeutas, dirigentes e representantes dos órgãos de classe.

A história de um homem somente está concluída com a sua morte, que é o fechamento de um cíclo. Nesse ponto ele entra para a história; no caso do Professor Jáder, para a história da Fisioterapia, como liderança da categoria quando ocupou a presidência da APERFISIO e pela sua atuação na área educacional como professor e coordenador de curso, em uma das mais importantes universidades do estado. O seu último trabalho na área educacional visava a implantação de uma nova faculdade, dessa vez no interior, mais precisamente no sertão pernambucano. Uma vida dedicada ao engrandecimento da profissão que escolheu e que soube honrar.