Parque da Jaqueira Recife Pernambuco - Brasil dezembro de 2017 Foto GB/Arquivo Blog 14F

sábado, 7 de novembro de 2009

Você que é Fisioterapeuta, aceita ser denominado profissional não médico ?



Não-ser significa nada, o que não é

Nos últimos tempos, tornou-se corriqueiro. em nosso País, o uso do termo "não médico" numa referência ao Fisioterapeuta e aos demais profissionais da saúde. No passado, era comum o termo "paramédico" cujo uso o Conselho Nacional de Saúde (CNS) recomendou, oficialmente, substituir pela denominação profissional de saúde, mais adequada para exprimir e qualificar, sem preconceitos, a profissão de quem se dedica a cuidar da saúde das pessoas, ou se considerarmos a antropologia holística, aquele que cuida do ser humano como uma tríplice união corpo/alma/espirito (Leloup).

A expressão "não médico" pode ter surgido de um silogismo inconcludente, de um silogismo sofístico, ou ainda de um sentimento de hegemonia sobre outros profissionais, como se infere [dedução ou indução (Aristóteles)] do PL 77036/66.

Para melhor entendimento, "não-ser", em Filosofia significa nada, o que não é (Parmênides) ou ausência do Ser (Aristóteles), entendendo o Ser, como a natureza íntima de uma pessoa, a sua essência. No entanto, o Ser concreto é o Ente que, por sua vez é pessoa, animal ou vegetal, ou coisa que manifesta o Ser (Heidegger).

Se você é , "não médico", então o que você é ?


Atualizado em 04/07/3013


BLOG 14-F FISIOTERAPIA. UM BLOG AMIGO DA SAÚDE.



2 comentários:

  1. Grande Geraldo, parabéns pelo texto. Proponho um desafio para ti. Gostaria que escrevesse um post mostrando como podemos agir de maneira concreta, onde recorrer, quais instâncias entrar em contato. A partir de então unirmos forças para colocar em prática. Aqui no interior da Bahia estamos nos mobilizando para que cada camara de vereadores discuta sobre o tema. Mas acredito com a sua experiencia e visão crítica, poderia descrever passo a passo que atitudes tomarmos. Valeu e parabéns novamente

    ResponderExcluir
  2. Caro colega Rodrigo,
    Agradeço a gentileza do seu comentário. Realmente, é um desafio descrever passo a passo uma estratégia para atingirmos um fim, mas, desafio é desafio, e vamos trabalhar para a consecução desse objetivo. Breve estarei enviando, ok?
    Aproveito a oportunidade para informar que será enviado para você,através do seu e-mail, a posição adotada pela Fisioterapeuta Marli Costa (minha esposa) acerca do mesmo assunto. Caso você aceite os termos indicados, ela o autoriza a copiar o texto, mudando, obviamente, o necessário, e, sugere que encaminhe tantos aos Vereadores, como Deputados Estaduais, Deputados Federais e Senadores e,também sugere que encaminhe cópia para todos os colegas Fisioterapeutas e também para os Terapeutas Ocupacionais do Brasil com os quais você mantem contato,sugerindo o mesmo posicionamento.
    Até breve com meu abraço, Geraldo Barbosa

    ResponderExcluir