Parque da Jaqueira Recife Pernambuco - Brasil dezembro de 2017 Foto GB/Arquivo Blog 14F

domingo, 29 de janeiro de 2017

Notas Avulsas - 3



INTRUSISMO -  Acobertando-se sob a prática de exercícios físicos ou utilizando-se de recursos terapêuticos duvidosos, o intrusismo causa danos à imagem da Fisioterapia e dos Fisioterapeutas. Áreas como a utilização terapêutica externa da água, ou de métodos que, pela sua natureza são administrados também por outros profissionais (Pilates, Equitação Terapêutica), estão potencialmente vulneráveis; a prática inadequada realizada por leigos ou não habilitados produz incerteza, configurando ambiguidade de propósitos. Isto, para não dizer dos riscos à saúde. Vem a pergunta frequentemente formulada: O Fisioterapeuta ministra aulas de Pilates ou utiliza o método como processo terapêutico? No Brasil assim como em outros países  intrusos invadem os espaços da profissão, atuando livremente até que sejam denunciados por exercício ilegal de profissão regulamentada. 


CIDADANIA -  É qualidade ou estado de cidadão do indivíduo no gozo dos direitos civís e políticos de um Estado. Nesse contexto, o exercício da cidadania é restrito, limitado às fronteiras geopolíticas. Como considerar-se, então, Cidadão do Mundo? Para os Fisioterapeutas ficou mais fácil a partir da  introdução da hashtag #GlobalPT feita pela Confederação Mundial de Fisioterapia (WCPT)  nas redes sociais. Com essa palavra-chave, que não é apenas uma ferramenta para organizar conteúdos específicos no Twitter ou no Facebook, por exemplo, aproximam-se, opinam e trocam informações, profissionais de todo o mundo, ou melhor dizendo, das 112 Organizações Membros de Países ou Regiões da WCPT.


XENOFOBIA - Caracteriza-se pela aversão a pessoas ou coisas estrangeiras, entendendo-se que algumas  atitudes discriminatórias contra estrangeiros, minorias étnicas ou crenças religiosas, podem estar ligadas a conflitos de base ideológica, confronto de culturas ou até por motivações políticas e não especificamente por xenofobia. O Fisioterapeuta Cidadão do Mundo, tem o dever ético de repudiar as atitudes xenófobas e discriminatórias das quais tenha conhecimento, seja no seu próprio País ou em qualquer lugar do Planeta. #GlobalPT


Nenhum comentário:

Postar um comentário