Setúbal - Recife Pernambuco - Brasil maio de 2017 Foto
Alexandre Costa

segunda-feira, 9 de julho de 2012

Homenagem póstuma ao poeta e político Ronaldo Cunha Lima



Bandeira do estado da Paraíba



Era a cidade de João Pessoa, capital da Paraíba, no ano de 2000,  o centro das atenções pela expectativa da realização do II Congresso Norte/Nordeste de Fisioterapia (II CONNEFI) sob a presidência do  Dr. Eliano Pessoa. Para surpreender os participantes do evento o Dr. Eliano solicitou ao ilustre Senador e brilhante poeta Ronaldo Cunha Lima, a feitura de um soneto alusivo a categoria. O pedido foi prontamente atendido e na solenidade de abertura, 1000 cópias foram distribuídas. 

O tempo passou, e, de repente, no sábado passado, a notícia do falecimento do Senador ocupa as páginas dos jornais. Uma grande perda, para seus familiares, amigos, admiradores e, com certeza, para a categoria profissional dos Fisioterapeutas, aos quais dedicou o soneto  que o Blog 14-F tem a honra de reproduzir como homenagem póstuma.


As Mãos do Fisioterapeuta 


Ronaldo Cunha Lima

Mãos que entendem e se estendem nos labores,
Silenciosas mãos de mil cansaços,
Que em contatos contidos, feitos abraços,
Se enlaçam em lenitivo a tantas dores.

Mãos que acalmam, diante dos Temores,
Calando o medo dos primeiros passos,
Correndo, presciente, pernas, braços,
Que ensaiam lassos pelos seus temores.

São mãos que aos céus ascendem nos desvelos,
As mãos profissionais cheias de zelos,
Que animam o amanhã dos dias seus.

Mãos mágicas que à luz de um hermeneuta,
Refletem a mãos do fisioterapeuta,
Firmes na fé que vem das mãos de Deus.

"Ronaldo, um poeta, um estadista , um ser humano - humano.
Nós fisioterapeutas sempre seremos gratos pela homenagem através do  Soneto "As mãos do Fisioterapeuta" de sua autoria."
Eliano Pessoa

Um comentário:

  1. O texto a seguir foi enviado por e-mail ao Blog 14-F FISIOTERAPIA pelo Dr Eliano Pessoa.

    "Amigo Geraldo, obrigado pela justa homenagem a esse homem publico e imortal poeta Ronaldo Cunha Lima em seu blog. O “Soneto” que brinda aos fisioterapeutas foi um presente a esses profissionais que como ele mesmo certa vez escreveu que: “Tinham mãos mágicas e fantásticas, comandando a decisão de mais um passo a frente”. Lembramos que enquanto presidente do CREFITO 1, solicitei a ele que também presenteasse aos terapeutas ocupacionais com um soneto, o qual foi distribuído no IX Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional realizado em Recife no ano de 2005. Nós paraibanos estamos de luto com a ausência desse grande homem. Que Deus te cuide poeta. Eliano Pessoa."

    ResponderExcluir