Setúbal - Recife Pernambuco - Brasil maio de 2017 Foto
Alexandre Costa

segunda-feira, 18 de julho de 2016

História da Fisioterapia, mais uma fonte revelada.

Um documento como esse deve ser considerado como fonte histórica, pois atende a dois pressupostos: o valor extrínseco/externo, é original; bem como o valor intrínseco/interno, trata de um fato real.  Nele encontramos  elementos sobre o que o homem fez e deixou no passado. No caso específico da Fisioterapia descobrimos o interesse de forças antagônicas, desejosas de fazer surgir no Brasil uma profissão subalterna, a de 'Técnicos em Recuperação', muito distante do que  representa, hoje, a Fisioterapia para o setor saúde. É evidente que fatos históricos influenciam o futuro, ou seja, o atual  PROJETO DE LEI DO SENADO nº 350 de 2014, o "Novo Ato Médico", é reflexo do  tempo que passou. O leitor atento notará divergência de datas, como a contida no início: "Brasília, 17 de junho de 1967", enquanto que, no texto se lê: "O projeto já está na Comissão de Saúde, onde entrou em 20/3/68". Tal constatação, entretanto, não invalida o conteúdo. A fonte é fidedigna, verdadeira, o autor do documento, Renato Vivacqua, era, na época, Fisioterapeuta do Centro de Reabilitação Sarah Kubitschek.

Nenhum comentário:

Postar um comentário